O Relatório de Transparência e Igualdade Salarial do primeiro semestre de 2024 destaca um marco importante na busca pela igualdade de gênero no ambiente de trabalho. Conforme divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego, com base no CNPJ 86601879000142, observa-se que o salário mediano das mulheres alcançou a marca de 100% do recebido pelos homens, um indicativo de que as disparidades salariais estão sendo endereçadas de maneira eficaz. No entanto, ao se considerar o salário médio, as mulheres ainda recebem 90,6% do que é pago aos homens, sugerindo que, apesar dos avanços, ainda existem desafios a serem superados. A análise detalhada por grande grupo de ocupação revela que a diferença percentual nos salários entre mulheres e homens ainda persiste em determinadas áreas, ressaltando a necessidade de um olhar mais crítico para as causas subjacentes dessa desigualdade.

Entre os elementos que podem explicar as diferenças salariais verificadas, destacam-se fatores como a composição do total de empregados por sexo, etnia e raça, além dos critérios de remuneração e as ações implementadas para garantir a diversidade no ambiente de trabalho. A implementação de Planos de Cargos e Salários, juntamente com critérios claros de promoção e desenvolvimento de carreira, são passos fundamentais para mitigar as disparidades. Além disso, a adoção de políticas que promovam a igualdade de oportunidades, como o apoio ao compartilhamento de obrigações familiares entre os sexos e iniciativas focadas na contratação e promoção de mulheres em situações de vulnerabilidade e em posições de liderança, são essenciais para avançar na direção de um ambiente de trabalho verdadeiramente inclusivo e equitativo.

Botão de Download Acesse nosso relatório aqui